duas pessoas acessando o notebook e planejando

4 erros que devem ser evitados ao criar a sua loja virtual

29/jan/18

Não é à toa que “criar loja virtual” é um termo tão pesquisado na internet: para muitos empreendedores, vender online é a melhor porta de entrada para o mundo dos negócios. Além de ser uma alternativa muito mais econômica, esse tipo de empreendimento dispensa boa parte das burocracias exigidas para as lojas físicas e possibilita ao empresário muito mais flexibilidade.

Mas, não se engane! Nada disso quer dizer que criar um negócio online é tarefa fácil. Se você realmente deseja vender e prosperar com o empreendimento, é preciso ter em mente que criar uma loja virtual requer comprometimento, cuidado e, sobretudo, atenção aos detalhes. Confira a seguir 4 erros que você deve evitar!

Resultado de imagem para planejamento ecommerce

1. Não se planejar adequadamente

Para criar uma loja virtual basta disponibilizar os produtos à venda em um site, certo? Errado! A criação de um negócio online requer tanto planejamento quanto a criação de uma loja física! Um dos grandes erros cometidos pelos empresários é não antecipar todos os processos envolvidos no negócio – inclusive a logística de entrega e distribuição.

Outro grande problema de boa parte das lojas virtuais é não dialogar com o mercado: há demanda para os produtos que desejo vender? Quais são os diferenciais da minha marca? Saber responder a questões como essas é fundamental para vender e prosperar no seu segmento.

Resultado de imagem para plataforma ecommerce

2. Não escolher a plataforma correta

Outro erro muito comum na hora de criar uma loja virtual é não saber como escolher a melhor plataforma de vendas. Além do custo de aquisição, é preciso considerar as suas expectativas de crescimento, o seu tipo de negócio e o custo que você terá para manter a plataforma funcionando perfeitamente.

É fundamental que você compreenda que toda mudança de plataforma é trabalhosa e, até mesmo, traumática! Por isso, trabalhe com projeções de crescimento realistas e opte por uma solução que realmente atenda às suas necessidades.

Resultado de imagem para ui ecommerce

3. Não se preocupar com a experiência do cliente

Pare um pouco e reflita: além do preço, quais motivos geralmente fazem você desistir de realizar uma compra online? Se você é como a maioria das pessoas, é bem provável que tenha pensado em sites desorganizados e confusos, com aparência pouco profissional, lentos ou, até mesmo, não adaptados para serem acessados através do celular.

Ou seja: quase sempre, o que define se uma compra é ou não realizada é a experiência do usuário! Por isso, na hora de criar loja virtual, coloque-se no lugar do seu consumidor e preocupe-se em otimizar ao máximo a experiência durante a navegação. Um visual bonito e funcional, adaptado para plataformas mobiles, já é um bom começo.

Resultado de imagem para empreendedor

4. Achar que pode fazer tudo sozinho

Pesquisar o mercado, realizar projeções de crescimento, definir o mix de produto e os respectivos preços, criar material de comunicação, definir a plataforma, promover a marca, manter o site em funcionamento, cuidar da logística de distribuição e por aí vai! Criar uma loja virtual abrange tantas tarefas que, quase sempre, é impossível fazer tudo sozinho.

Para não acabar se comprometendo com mais atribuições do que pode suportar, liste as tarefas envolvidas na criação e manutenção do negócio e não hesite em terceirizar aquilo que você não sabe fazer. Nessas horas, contratar uma agência especializada pode ajudar você a poupar tempo e, sobretudo, dinheiro.

Gostou das nossas dicas para criar loja virtual? Então, não deixe de ler o nosso artigo sobre as razões para contratar uma agência na hora de criar sua loja virtual! Certamente, ele ajudará você a acertar na hora de empreender online!