A potencialização dos serviços por assinatura através do Marketing Digital

13/set/19

Na tentativa de resolver os problemas de milhões de usuários, surgiram os serviços por assinatura. Disputando espaço com plataformas convencionais, hoje em dia não são difíceis de ser encontrados, basta olhar para o lado e “puf”, alguém está assistindo à sua série favorita na Netflix, ou ouvindo aquela canção que traz boas lembranças no Spotify. E esses são apenas dois dos serviços mais conhecidos do ramo.

Vale ressaltar que nem todos os serviços por assinatura fazem parte do ramo do entretenimento. A proposta inicial é que todos funcionem como uma solução tecnológica mais acessível. Nesse caso, o usuário não compra o software em si, mas sim a licença para poder usufruir do mesmo por determinado tempo. Alguns exemplos atuais são: Runrun.it, PayPal, mLabs, Salesforce etc…

Marketing digital + Serviços por assinatura = BFF’s

Apesar dessas empresas terem acertado em cheio ao identificar o problema de milhões de usuários, é claro que o sucesso não surgiu do dia para a noite. Um grande aliado foi o Marketing Digital e suas inúmeras ferramentas. Basta observar um pouco para logo perceber diversos pontos em comum que fizeram os principais serviços por assinatura chegarem ao topo. Então, listamos alguns:

Utilizar as redes sociais

As redes sociais surgiram e configuraram um cenário onde as empresas têm a possibilidade de estar muito mais próximas dos seus clientes. E as equipes que gerenciam as contas dos grandes serviços por assinatura sabem – e muito bem – como utilizar esse “atalho”.

Conhecer o seu público como a palma da mão

Dados, dados e mais dados, são extremamente necessários, mas só funcionam se forem analisados de forma correta. Empresas que conhecem muito bem o seu público conseguem se comunicar de uma maneira muito mais fácil com o mesmo. Basta conferir o seu engajamento em redes sociais como o Twitter, Facebook ou Instagram.

Criar conteúdo relevante

Com tanta informação, as grandes empresas têm praticamente a faca e o queijo na mão. A criação de conteúdo baseada no comportamento dos usuários é extremamente importante. A Netflix, por exemplo, consegue explorar da melhor forma o acesso que tem a esses dados e torna-se cada vez mais próxima de seus usuários. Sejam eles fãs de animes, filmes de terror, comédia ou drama.

Dar o devido valor aos e-books

Se uma empresa já conta com um blog, nada mais coerente do que aproveitar esse conteúdo e sintetizar de uma forma mais aprofundada um e-book. Além de gerar autoridade no assunto, o mesmo pode ser muito bem utilizado na sua estratégia. Afinal, quem nunca deixou o contato/e-mail para conseguir aquele conteúdo gratuito. Dessa forma, você demonstra interesse e passa a ser um lead.

Oferecer amostras grátis

Ao adquirir um novo serviço por assinatura é normal que o usuário queira ter um certo nível de confiança. Uma forma da sua empresa poder passar essa credibilidade é oferecendo uma versão de teste. Assim, o lead poderá compreender melhor a proposta do serviço oferecido e estará mais seguro no momento de conclusão da compra.

Agora que você leu um pouco sobre como o Marketing Digital ajudou – e ajuda – os serviços por assinatura a conquistarem seu espaço no mercado, que tal ficar por dentro de tudo que há de novo sobre marketing, publicidade e business? Então assine nossa newsletter e siga-nos nas redes sociais (Facebook e Instagram). Até breve!